SE VOCÊ SONHA EM VIAJAR DE CARRO MAS ACHA ESSE UM SONHO MUITO CARO, VOCÊ ESTÁ ENGANADO. VEJA COMO COMPRAR CARRO NA EUROPA POR 2.000 EUROS PARA VIAJAR PELO CONTINENTE. Existem muitas formas diferentes de realizar a experiência de uma longa viagem de carro. O problema é que a maioria das pessoas pensa apenas no motorhome ou no 4×4 adaptado, que são de fato opções mais caras. Amplie a sua visão e você vai conseguir achar uma solução que caiba no seu bolso.

Por isso eu convidei a Mariana e o Plácido, do canal Livre Partida, para compartilhar a experiência deles. Pois eles encontraram uma solução econômica para comprar o carro na Europa que permitisse viajar com gastos baixos.

ViraVolta, Volta ao Mundo, Viagem pelo Mundo, Viagem Longo Prazo, Mochileiros, Sabático, Viagem de Carro, Comprar carro na Europa

Texto de Plácido Salles e Mariana Beluco

Quando saímos do Brasil, em novembro de 2015, com o objetivo de dar a volta ao mundo de carro, nem imaginávamos o quanto iríamos gostar dessa vida de overlanders (pessoas que viajam por terra). Rodamos o continente americano de sul a norte, atingindo seus dois extremos: Ushuaia, na Argentina, e Alaska, nos Estados Unidos e sempre o que mais nos encantou foram os caminhos, as estradas e as belezas escondidas em cantinhos difíceis de chegar.

Para dar continuidade à nossa aventura tivemos que nos desfazer de nosso primeiro carro e fomos, de mochila, para a Ásia. Por lá tivemos muitas experiências incríveis mas chegamos à conclusão que nosso jeito de viajar era mesmo de carro e partimos para a próxima etapa da nossa viagem com um objetivo: conseguir um novo carro para transformar em lar enquanto viajaríamos pela Europa.

No entanto, como comprar um carro em um país diferente, sem cidadania ou residência? Chegar a essa resposta não foi fácil e, agora que já estamos rodando o continente europeu a bordo do nosso “Alemão” (apelido do nosso carro), resolvemos compartilhar um pouco da nossa experiência aqui na ViraVolta.

ViraVolta, Volta ao Mundo, Viagem pelo Mundo, Viagem Longo Prazo, Mochileiros, Sabático, Viagem de Carro, Comprar carro na Europa

O primeiro passo foi começar a buscar informações a respeito de leis e burocracias para descobrir se seria possível comprar e registrar um carro em nosso nome. Descobrimos que sem uma cidadania ou residência em algum país da União Europeia seria bem complicado conseguirmos alguma coisa.

Encontramos, então, uma luz no fim do túnel, as chamadas German Exporting Plates. Essa possibilidade existia mas não tínhamos muita informação a respeito dela e não tínhamos certeza se conseguiríamos. Uma placa de exportação é uma placa que permite que qualquer pessoa registre um carro em seu nome, uma vez que esse carro será considerado exportado e estará disponível para ser registrado em outro país. Nesse meio tempo você pode circular com o carro livremente.

Além da Alemanha, países como a Itália, Áustria e outros emitem esse tipo de placa, mas não temos informações sobre os documentos necessários para isso.

A data de validade da placa é atrelada ao seguro contratado e, em teoria, pode ser expedida por até um ano, embora só tenhamos encontrado pessoas que tenham conseguido fazê-lo por, no máximo, três meses (como três meses é também o prazo que temos no visto para a Zona Schengen, é perfeito).

Chegamos à Alemanha sem ter todas as respostas, mas como destino certo as lojas de automóveis usados que já havíamos selecionado previamente pela internet. Usamos o site mobile.de para encontrar carros que nos interessavam e marcamos as opções em um mapa para planejar o itinerário de busca.

ViraVolta, Volta ao Mundo, Viagem pelo Mundo, Viagem Longo Prazo, Mochileiros, Sabático, Viagem de Carro, Comprar carro na Europa

Os carros usados na Alemanha são bem baratos, você pode encontrar algo a partir de €400, no nosso caso queríamos algo confiável, então definimos como orçamento algo em torno de €2.000. Sabemos que isso não garantiria que o carro não iria quebrar, mas certamente estaria em melhores condições do que um mais em conta. Elegemos o diesel como combustível devido a maior durabilidade dos motores e menor custo na hora de encher o tanque. Fora isso, os únicos fatores que pesaram na decisão foram menor quilometragem acumulada no hodômetro e o TUV, espécie de certificado que o carro precisa ter para poder ser registrado, quanto mais longa a validade do TUV, melhor.

Preferimos ir a lojas que disponibilizavam atendimento em inglês, já que nosso conhecimento da língua alemã é praticamente nulo. O próprio vendedor poderá te ajudar a registrar o carro, basta explicar que precisa de Exporting Plates, é algo bem comum. Sugerimos alugar um carro enquanto ainda não tiver feito a compra, isso irá facilitar o deslocamento entre uma loja e outra.

Para que você entenda o processo, saiba que na Alemanha a placa não fica com o carro e sim com o proprietário, então, quando o carro muda de dono, mudam também as placas. O que você precisa é conseguir registrar as placas em seu nome para poder colocá-las em seu novo carro. Na cidade em que compramos o carro o “cartório” só poderia fazer o registro do veículo por um mês, o que era pouco, por isso tivemos que ir atrás de uma outra cidade que aceitasse registra-lo por três meses. O vendedor nos ajudou e nos encaminhou para um lugar próximo à fronteira com a Bélgica.

Infelizmente é difícil saber previamente quais são os locais onde você pode conseguir o prazo maior, você terá que perguntar e em nosso caso o vendedor foi uma ajuda fundamental. Para podermos ir até a outra cidade foi necessário uma placa provisória, que o vendedor fez no nome dele.

Chegando no “cartório” o primeiro passo foi contratar o seguro, a parte mais cara do negócio. Feito isso, eles registraram o carro em nosso nome (você só precisa do passaporte) e nos deram as novas placas. Após a conferência do veículo estávamos liberados!

ViraVolta, Volta ao Mundo, Viagem pelo Mundo, Viagem Longo Prazo, Mochileiros, Sabático, Viagem de Carro, Comprar carro na Europa

As placas de exportação são aceitas tranquilamente em todos os países da zona Schengen, da União Europeia e Turquia até a data em que expirarem, depois disso o carro deverá ser registrado propriamente em algum país. Você poderá vendê-lo em qualquer país da UE ou, ainda, tentar registrá-lo novamente na Alemanha, que foi o que fizemos por mais 2 meses.

Já finalizamos a nossa temporada com o carro. Foram 5 meses viajando com o Alemão, rodamos 30.000 km, passamos por 23 países vivendo em nosso carro, que adaptamos para ser um mini motorhome por um custo de apenas €132. Não tivemos nenhum problema mecânico, vendemos por €1.300 na Bulgária e ficamos muito satisfeitos e felizes da vida com nossa viagem.

No total, tivemos um custo de €1.732 com o carro apenas. Seguem os valores abertos:

  • Compra do carro Citroen Berlingo 2006 diesel: – €2.200
  • Placa provisória: – €100
  • Seguro por três meses: – €600
  • Taxas e imposto: – €132
  • Custo de adaptação para mini motorhome: – €132
  • Renda com a venda do carro na Bulgária: + €1/300

Algumas informações adicionais:

  • Custo de renovação da placa: €260 por mês.
  • Sim, é possível vender o carro mesmo com a placa de exportação.
  • Para registrar a placa em seu nome por definitivo só existem 3 opções: ter cidadania européia, ter moradia na Europa ou tentar fazer o processo na Geórgia, mas não sabemos muito bem como funciona.
  • Apesar do registro da placa de exportação para 1 ano ser possível ele sai extremamente caro e nós julgamos que não valeria a pena.
  • Para mais informações acesse germanexportplates.com

ViraVolta, Volta ao Mundo, Viagem pelo Mundo, Viagem Longo Prazo, Mochileiros, Sabático, Viagem de Carro, Comprar carro na Europa

Lembre-se que para viajar por mais de 3 meses no território Schengen é preciso entender bem as regras para poder ficar na Europa por mais tempo de forma legal. Não deixe de conferir essas dicas aqui.

Não deixe de assistir aos 3 vídeos que vão te mostrar tudo sobre a compra, adaptação e venda do carro:







PLÁCIDO SALLES E MARIANA BELUCO

Plácido (26) e Mariana (33) são empreendedores que trabalham com o DeRose Method, fascinados por aventuras e viagens, já passaram por 41 países em quase 2 anos de viagem e pretendem viajar por mais 1 ano sem contar os planos futuros. Conheça mais: Livre Partida e Canal YT.


Curtiu? Então compartilha!