SEMPRE RECEBEMOS PERGUNTAS SOBRE O SEGURO VIAGEM. CONTRATAR OU NÃO? VALE A PENA? COMO FUNCIONA? QUAL COMPRAR? Nesta sessão de dicas vamos esclarecer todas as questões sobre o seguro para ajudar na sua decisão.

QUESTÃO #1: CONTRATAR OU NÃO CONTRATAR UM SEGURO VIAGEM?
QUESTÃO #2: COMO FUNCIONA O SEGURO VIAGEM?
QUESTÃO #3: O QUE AVALIAR QUANDO FOR CONTRATAR UM SEGURO VIAGEM?
QUESTÃO #4: QUAL SEGURO DEVO CONTRATAR?

CONTRATAR OU NÃO CONTRATAR UM SEGURO VIAGEM?

Eis a questão! A decisão do seguro viagem é muito pessoal. Várias pessoas perguntam se vale a pena ou não. Mas essa não nos parece a forma certa de pensar. Quando você contrata um seguro viagem você não está pensando no tratamento de uma simples diarréia ou de uma gripe, que custam muito pouco. Você está pensando em acidentes graves, que podem inclusive colocar sua vida em risco. É claro que qualquer um viaja esperando que nada aconteça, mas se acontecer você vai se sentir aliviado de ter contratado um seguro.

2 HISTORINHAS DE QUEM JÁ PRECISOU

Ex 1: um inglês que encontramos na viagem ia ficar 6 meses na Índia. Na primeira semana em Goa ele mergulhou do barco, bateu a cabeça no chão e quebrou o pescoço. Ele teve que fazer uma cirurgia de emergência e teve que ficar 2 meses hospitalizado, sem poder voar. Mesmo que a Índia seja um país barato, quanto você acha que sai essa continha e ainda pra ter um serviço de qualidade.
Ex 2: um viajante da Austrália estava na Botswana, no meio do nada e foi picado pelo mosquito da malária. O transporte por terra demoraria muito tempo, então foi necessário um transporte emergencial e vários dias de internação no hospital. Quanto você acha que sai essa continha afinal?

FICA A DICA

Lembre-se que a sua vida é o seu bem mais precioso e não vale a pena brincar de roleta russa com ela. Você pode até assumir esse risco, mas se você não tem dinheiro sobrando para pagar a conta que for na hora do sufoco, então melhor pagar o seguro viagem.

PAÍSES QUE OBRIGAM O SEGURO VIAGEM

Fica ligado, dependendo dos países que você pretende visitar na sua longa viagem você vai ser obrigado a contratar um seguro viagem, ou poderá ser barrado na entrada. Veja aqui quais são:

  • Os 27 países participantes do Acordo Shengen na Europa. Saiba mais sobre o acordo.
  • Cuba.
  • Austrália, mas somente para estudantes de intercâmbio.

COMO FUNCIONA O SEGURO VIAGEM?

O primeiro ponto a entender é: o seguro viagem não é o mesmo que um plano de saúde. Ele não cobre doenças crônicas ou preexistentes. Ou seja, se você detectar um câncer ou uma doença que você já teve sintomas anteriormente, você terá que retornar ao seu país para se tratar.

Mas atenção, no dia 26 de Setembro de 2015 deveria ter entrado uma novas regras para os seguros de viagem, conforme a resolução 315 da Susep, e uma das principais mudanças era a obrigação de cobertura completa de tratamentos médico, hospitalar e odontológico, inclusive para doenças crônicas ou pré-existentes. Mas a decisão foi adiada por 180 dias pela Superintendiência de Seguros Privados. Vale ficar atento para quando as novas regras devem entrar em vigor. Enquanto as alterações não forem confirmadas, não vamos alterar as orientações padrões sobre seguros aqui no site.

O que geralmente está incluido num seguro viagem?

ViraVolta, Volta ao Mundo, Viagem pelo Mundo, Viagem Longo Prazo, Mochileiros, Seguro Viagem

Lembre-se: toda ação causada por uma atitude estúpida e irresponsável da sua parte pode ser usada contra você. Para se justificar você vai ter que explicar a história direitinho.

Como geralmente funciona o procedimento de assistência durante a viagem:

  • Algumas empresas possuem atendimento direto em muitos países do mundo. Isso significa que uma vez entrando em contato sobre um incidente eles podem de enviar um médico registrado deles e conduzir todo o processo sem você ter nem que realizar um pagamento.
  • Algumas empresas não possuem atendimento direto. Nesse caso ao entrar em contato sobre um incidente eles irão te orientar para você tomar as providências, pagar pelos serviços e depois solicitar o reembolso.
  • Muitas empresas se encaixam nas duas opções acima. Geralmente elas fornecem uma lista dos países onde possuem atendimento direto, dos países onde operam pelo sistema de reembolso e dos países onde não oferecem nenhum cobertura.

Outras soluções parciais para o seguro viagem:

  • cartão de crédito: Quando você compra a passagem de avião pelo cartão de crédito, geralmente o cartão oferece um seguro de viagem e de locação de automóvel. O problema é que a duração é pequena (de 30 a 60 dias), mas ele já pode servir para o início da sua viagem. Ligue para o seu cartão e se informe sobre as coberturas, duração e regras.
  • CDAM (Certificado de Direito a Assistência Médica): Ele é emitido pelo Ministério da Saúde e só está elegível aos contribuintes do INSS e sua família. Com ele você pode usar a rede pública de saúde dos seguintes países: Argentina, Cabo Verde, Chile, Espanha, Grécia, Itália, Luxemburgo, Portugal e Uruguai. Mais informações.
  • planos e saúde: Alguns planos de saúde mais completos oferecem atendimento fora do país, identifique se esse é o seu caso.

O QUE AVALIAR QUANDO FOR CONTRATAR UM SEGURO VIAGEM?

Para avaliar a qualidade de um seguro viagem analise bem os seguintes pontos:

  • Valor da cobertura: Qual o valor total da cobertura. Não economize nessa parte, ou você pode desperdiçar seu dinheiro.
  • Países de cobertura: Quais países estão cobertos diretamente pelo plano e como funciona o atendimento em países que não estão cobertos
  • Coberturas extras: Seguro de vida, seguro de bagagem, cancelamento da viagem, atraso de voos, assistência jurídica
  • Plano de evacuação: Se você quebrar a perna num trekking na montanha como funciona o resgate de emergência. Entenda bem o processo, alguns seguros têm um processo complicado, demandando autorização da empresa. Pode ser muito tarde!
  • Repatriação: É a cobertura de todos os custos para trazer a pessoa de volta ao país acompanhado de médicos em casos graves
  • Doenças preexistentes: Alguns seguros oferecem um pequeno limite para o primeiro atendimento com relação a doenças preexistentes. Se você tem uma doença crônica, avalie bem essa cláusula e investigue a possibilidade de um atendimento diferenciado por um pagamento adicional.
  • Atividades de aventura: Quais atividades estão incluídas e quais não
  • Atendimento: Entenda como funciona o processo de atendimento, principalmente 24 hs
  • Processo de reembolso: Entenda bem o processo de reembolso e as regras para atendimento que garantem o reembolso.
  • O que não cobre: Veja a lista de absolutamente tudo que o seguro não cobre
  • Reputação: Pesquise sobre a reputação da empresa na internet. É fácil encontrar comentários de viajantes que já viveram uma experiência positiva e negativa.

Observações importantes:

  • Os países que fazem parte do Tratado de Schengen (basicamente países da Europa) exigem um seguro com assistência médica que cubra pelo menos despesas no valor de 30 mil euros.
  • Seguros que incluem os Estados Unidos saem por volta de 28% mais caro.
  • Se o seguro incluir cobertura contra roubo e danos de eletrônicos verifique bem o valor coberto. Geralmente o valor total de equipamentos coberto é pequeno, de US$ 500 a 2.000. Se você vai viajar com equipamentos muito caros, pense em um seguro mais específico. Veja mais informações no capítulo SEGURANÇA.
  • Os seguros geralmente só podem ser contratados por no máximo 12 meses. Se você vai viajar por mais de 1 ano, em algumas empresas você pode extender após um ano, em outras você vai ter que contratar um novo seguro.
  • Alguns seguros não cobrem pessoas acima de 65 anos, outros possuem regras específicas para essa idade. Verifique com cuidado. O custo também será maior a partir dessa idade.

FICA A DICA

Antes de contratar o seu seguro é importante ler o contrato por completo e entender muito bem as inclusões e exclusões, e como funciona o processo de solicitação de atendimento. Se esse processo não for seguido durante uma emergência na viagem você poderá ter problemas com o reembolso.

QUAL SEGURO DEVO CONTRATAR?

Usando alguns dos links dessa página para fazer suas reservas você estará ajudando a manter o projeto ViraVolta vivo sem gastar nada a mais por isso! Nós agradecemos a sua ajuda.

Eu sempre indicava de olhos fechado a A World Nomads, que era o xodó dos viajantes de longo prazo pois eles são os que mais entendem de longas viagens e de aventura. Porém, recentemente a World Nomads, devido às leis brasileiras, não pôde mais atender brasileiros através do seu serviço internacional e teve que abrir uma filial brasileira. Aparentemente, depois que isso aconteceu muita coisa mudou nas regras do seguro e no atendimento. Por conta disso, não consigo mais recomendar com tanta tranquilidade, até que vários viajantes testem o serviço.

De qualquer forma eu acredito que o problema é que talvez a World Nomads tenha ficado tão careta quanto os demais seguros renomados já conhecidos aqui no Brasil, não cobrindo todas atividades de aventura, com coberturas mais limitadas e pensados para viagens de férias. O que eu sugiro é que você compare sempre as propostas da World Nomads e das demais empresas cotadas pela Real Seguro, que indicamos abaixo, para que você possa fazer sua própria avaliação.

Você não deve apenas olhar o valor do seguro, o mais importante é você conhecer bem o seu perfil de viajante (aventureiro, com alguma doença crônica…) e avaliar também o valor da cobertura cobertura e tudo que o seguro inclui, como eu indico na aba 3 “o que avaliar”.

Fica ligado: muitos serviços no Brasil quando você liga para cotar, afirmam que não fazem para o mundo todo. Mas não é verdade! Praticamente todos fazem. Insista, pois as atendentes ficam meio perdidas com esse tipo de requisição que é rara.

VEJAS AS EMPRESAS QUE INDICAMOS E FAÇA A SUA COTAÇÃO:

World Nomads
Para fazer a cotação abaixo escreva “Worldwilde” na célula do país e ele vai considerar um seguro para o mundo todo. Eles agora são estão cotando seguros para no máximo 6 meses de viagem. Mas isso não é um problema, pois você pode contratar o seguro em etapas.

Real Seguro Viagem
Você consegue fazer uma cotação de até 1 ano. Não é possível escolher “mundo todo”, mas coloque um continente qualquer e quando o atendente da Real Seguro entrar em contato informe que você gostaria para o mundo todo. O preço não deveria mudar muito.

Mondial
Para fazer uma cotação de 1 ano e “mundo todo” você vai ter que fazer via 0800 ou chat. Pelo site não é possível.

COLOQUE O CÓDIGO PROMOCIONAL DA VIRAVOLTA “2017AFL” E GARANTA 15% DE DESCONTO.
(clique na imagem abaixo para orçar)

ViraVolta, Volta ao Mundo, Viagem pelo Mundo, Viagem Longo Prazo, Mochileiros, Seguro Viagem

Agora ficou tudo claro

Só quem pode decidir quanto a fazer o seguro ou não é você. Não faça essa pergunta à outras pessoas, pois você é quem vai ter que assumir os riscos.

Existe alguma dúvida que ainda não conseguimos responder? Então deixe um comentário lá embaixo da página e contribua para melhorarmos o conteúdo. Vamos esclarecer tudo. A sua dúvida pode ser a dúvida de outros viajantes. Colabore!

ÚLTIMOS POSTS

Um guia completo para viajar barato pelo mundo.

Curtiu? Então compartilha!

O que você acha? Escreve aí pra gente!