IMAGINA VIVER UMA GRANDE AVENTURA PELO MUNDO COM OS SEUS MELHORES AMIGOS? QUEM NUNCA SONHOU COM ISSO QUANDO ESTAVA NA FACULDADE? E FOI EXATAMENTE ISSO QUE ESSES 5 AMIGOS FIZERAM. A diferença é que eles não estavam mais na faculdade quando decidiram fazer, já estavam todos empregados, seguindo suas vidas… Mas o sonho nunca morreu. E melhor. Foi de fato realizado.

ViraVolta, Volta ao Mundo, Viagem pelo Mundo, Viagem Longo Prazo, Mochileiros, Histórias Viajantes

A HISTÓRIA

André, Bruno, Leonardo, Gabriel e Gustavo, todos entre 26 e 31 anos, se conheceram na faculdade e desde então sonhavam em realizar um projeto de viagem juntos quando o curso terminasse. Na época da decisão da viagem todos já estavam formados e seguindo suas carreiras, porém ainda moravam juntos. E foi de um desabafo de estresse com o estilo de vida na época que o sonho da época de faculdade veio a tona e começou a se moldar em uma planilha no computador na mesma noite. Uma vez dado esse passo foi impossível voltar atrás e até os que se sentiam mais inseguros com a idéia e ainda achavam loucura, acabaram sendo definitivamente atraídos pelo sonho universitário deles.

Na visão deles, o mais difícil é dar o primeiro passo. Mas depois que estamos decididos todo o resto parece mais fácil. As dúvidas vão sendo esclarecidas e aos poucos os medos vão reduzindo. E apesar de muitas vezes eles terem sofrido críticas negativas quando contavam sua idéia, o lado positivo é que eles tinham os cinco para se apoiar. Todos eles estavam com o discurso alinhado e isso dava cada vez mais força para o projeto, independente do que os outros pensassem.

ViraVolta, Volta ao Mundo, Viagem pelo Mundo, Viagem Longo Prazo, Mochileiros, Histórias Viajantes

A VIAGEM

A viagem começou no dia 3 de junho de 2012 e durou 13 meses. O ponto de partida deles foi a USP, a faculdade onde eles se conheceram e de onde a idéia do projeto surgiu. O plano era fazer a viagem a bordo de um carro, que serviria como casa para eles, já que eles poderiam dormir no carro. Um projeto que eles nomearam de Expedicão 4×1.

ViraVolta, Volta ao Mundo, Viagem pelo Mundo, Viagem Longo Prazo, Mochileiros, Histórias ViajantesA idéia inicial na época da faculdade era de uma viagem pelo Brasil, que no momento do planejamento se estendeu para a América Latina, depois Central, depois todas as Américas. Isso é muito comum em projetos de viagens de longo prazo. Afinal, sempre pensamos… “Já que estaremos ali, então porquê também não visitar os países vizinhos?”… E é assim que a maioria dos viajantes acaba mudando seus planos e estendendo a viagem.

O plano inicial que era de 10 meses acabou se ampliando para 13 meses e garantiu uma incrível aventura que foi do Ushuaia ao Alaska. Eles saíram em direção ao Nordeste do Brasil, depois cruzaram para a Venezuela e Colômbia. Da Colômbia eles mandaram o carro por mar até os EUA e seguiram em direção ao Alaska. No retorno eles voltaram cruzando o Canadá, EUA, México e toda a América Central e depois seguiram pelo lado Oeste da América do Sul, passando por Equador, Peru e Chile até o Ushuaia e depois seguindo pela Argentina, Uruguai e o sul do Brasil até retornar para São Paulo. No total foram 19 países e 72 mil quilômetros rodados.

Eles deixam um recado para aqueles que têm receio de viajar pela a América do Sul e Central. “Existe um preconceito muito grande com relação a essa região com relação à segurança, mas muito disso é mito.” Os riscos sempre existem, mas eles são de fato muito pequenos e eles se sentiram extremamente seguros durante toda a aventura.

O DESAFIO DE VIAJAR ENTRE AMIGOS

Imagina o desafio de passar 24 horas por dia, 7 dias por semana, durante 13 meses, em um espaço apertado, com cinco amigos. Toda vez em que eles estavam em deslocamento eram dois sentados na frente e três atrás. E todos os dias eles compartilhavam o espaço nas barracas que se montavam no teto do carro para dormir. Além disso, todas as decisões de passeios, alimentação e etc, tinham que ser tomadas em grupo. Realmente é preciso muita sintonia e muita tolerância de todos os lados pra fazer isso funcionar e eles conseguiram alcançar um ótimo equilíbrio que fez a amizade perdurar até hoje.

ViraVolta, Volta ao Mundo, Viagem pelo Mundo, Viagem Longo Prazo, Mochileiros, Histórias Viajantes
ViraVolta, Volta ao Mundo, Viagem pelo Mundo, Viagem Longo Prazo, Mochileiros, Histórias Viajantes

No início houveram muitas brigas por questões bestas e com o tempo eles foram aprendendo como gerenciar melhor a relação e também a ceder e ter mais tolerância uns com os outros, entendendo que aquele era um sonho coletivo que deveria beneficiar a todos e não somente a um indivíduo. Brigar só atrapalhava a experiência da viagem, perturbava os momentos únicos que eles estavam vivendas e não beneficiava a ninguém.

Então eles definiam juntos as regras e decidiram que tudo seria decidido através da democracia, usando votos, já que eles eram cinco e nunca haveria empate. Para administrar o dinheiro de forma justa eles criaram uma conta do projeto e tudo era pago por essa conta. Os gastos individuais iam sendo abatidos dessa conta e demonstravam claramente os débitos de cada um com o projeto. Até mesmo gastos de centavos com um chiclete eram registrados, pois dessa forma nunca haveriam discussões por injustiças no controle financeiro.

ViraVolta, Volta ao Mundo, Viagem pelo Mundo, Viagem Longo Prazo, Mochileiros, Histórias Viajantes

Eles alertam: “A consciência de compartilhar uma viagem é muito diferente das consciência de morar junto.” E eles falam isso por experiência própria, já que moravam todos juntos a muitos anos. A realidade de uma vida em movimento é muito diferente da realidade de uma vida parado no mesmo lugar e por mais que você se dê muito bem com uma pessoa aqui, uma viagem por longo prazo pode trazer novos conflitos nunca antes enfrentados. É preciso ter a mente aberta para perceber isso e saber gerenciar os conflitos com consciência.

A QUESTÃO FINANCEIRA

Para eles a vontade e o planejamento contam muito mais do que o dinheiro, pois é possível realizar essa aventura de várias formas diferentes. Toda vez em que eles saem na mídia vem uma enxurrada de comentários negativos de brasileiros dizendo que eles são “filhinhos-de-papai”, mas esse é um outro preconceito da nossa sociedade. Eles sempre viveram estilos de vida simples, dividiam a moradia em cindo e não compravam carro nem outras coisas caras. Escolhas que permitiam que eles tivessem um custo de vida baixo e focassem para conseguir usar suas economias nos sonhos que queriam de verdade.

ViraVolta, Volta ao Mundo, Viagem pelo Mundo, Viagem Longo Prazo, Mochileiros, Histórias Viajantes

Outro fator fundamental para eles foi ter o controle financeiro bem afiado, pois eles conseguiam administrar muito bem os gastos da viagem e tomar decisões importantes para ajudar a economizar, o que possibilitou que a viagem seguisse por mais 3 meses do que o planejado.

De fato eles acham que não é fácil viajar barato e que é necessário um certo tempo para aprender essa arte. Porém, uma vez que você entende como funciona, a dinâmica da viagem muda completamente e fica muito mais claro que as possibilidades para se viajar barato são enormes.

Eles encontravam muitos argentinos que viajavam com pouquíssimo dinheiro e com carros caindo aos pedaços e quando eles perguntavam: “Mas e se o carro quebrar?”, eles respondiam: “Daí a gente arruma outro pelo caminho”. Ou seja, você não precisa de um super carro para realizar uma longa viagem, não precisa ser um 4×4, não precisa ser um motorhome, qualquer carro que seja capaz de te levar de um ponto ao outro pode te ajudar a realizar esse sonho.

ViraVolta, Volta ao Mundo, Viagem pelo Mundo, Viagem Longo Prazo, Mochileiros, Histórias Viajantes

OS MAIORES APRENDIZADOS DA VIAGEM

Pra eles, mais do que uma grande aventura essa experiência foi também uma grande experiência social que trouxe muitos aprendizados, já que eles estavam em cinco. Eles tiveram um grande aprendizado de relacionamento interpessoal, o que ajudou inclusive a lidar com as pessoas que cruzavam seus caminhos durante a viagem de culturas diferentes.

Mas eles enumeram muitos outros aprendizados:

  • Aprender a tomar riscos, o que traz muito mais coragem para realizar coisas na vida.
    Abrir a mente para o mundo.
  • Autoconhecimento profundo, pois você está o tempo todo se expondo, do seu melhor ao seu pior.
  • Valorizar o tempo, e essa consciência ajuda na tomada de decisões da sua vida para ajudar a definir como você quer gastar de fato o seu tempo.
  • A importância de parar pra refletir, saindo do piloto automático de uma rotina enlouquecedora.
  • Aprender a não criar expectativas, para poder curtir melhor cada momento.
  • Rever suas prioridades da sua vida.
  • Aprender a deixar a vida mais leve.

ViraVolta, Volta ao Mundo, Viagem pelo Mundo, Viagem Longo Prazo, Mochileiros, Histórias Viajantes

Eles fariam tudo de novo e dão a dica: “Comece a se planejar mesmo com medo. A medida que você vai planejando, vai ganhando conhecimento e informação, e o seu medo vai reduzindo. Marque a data da viagem.” Eles nunca conheceram nenhum viajante de longo prazo que tenha se arrependido de viver essa experiência e não acreditam que você iria se arrepender.

ViraVolta, Volta ao Mundo, Viagem pelo Mundo, Viagem Longo Prazo, Mochileiros, Histórias Viajantes

Dados da viagem

5 amigos
1 4×4
13 meses
72 mil km rodados


QUER SABER MAIS SOBRE ELES E SUAS HISTÓRIAS?

Se você é daqueles que sonha em viver uma grande aventura pelo mundo com amigos, mas colocou seu sonho numa gaveta por achar que era uma grande besteira ou impossível, talvez seja hora de repensar e trazer o sonho à tona. Vai que dá!

Créditos das fotos: 4×1

tagged in video-destaque

Curtiu? Então compartilha!