Após 4 meses viajando pelo mundo, em mais um dos longos trajetos de ônibus que a gente fazia com muitas horas para reflexão, eu olhei pro meu marido que sentava ao lado e falei: “Descobri o segredo da felicidade”.

Antes de fazer a viagem eu vivia estressada, com problemas de saúde e reclamando da minha vida, como eu já tinha contado no post “A viagem que mudou minha vida”. E foi exatamente a partir do dia em que eu tomei a decisão de viajar o mundo que tudo começou a mudar. Meu humor melhorou, eu me sentia mais positiva, mais animada, mesmo tendo que ir para o trabalho todos os dias e continuar com aquele estilo de vida que me estressava antes.

O que mudou então? A minha visão de futuro. Eu simplesmente havia criado um plano pra minha vida que me trazia imensa excitação. Mesmo a viagem estando longe, eu me sentia completamente empolgada com apenas o planejamento dela e em ter certeza de que eu realizaria um grande sonho.

Quando a viagem começou a excitação só se multiplicou. Eu nunca tinha me sentido tão feliz e a realização daquele grande sonho era uma conquista pra mim. Conquista essa que ainda duraria muito tempo. Pelo menos 1 ano.

E foi aí que eu comecei a perceber. Eu me sentia infeliz antes não porque a minha vida era ruim, mas simplesmente porque eu não estava vivendo os planos que eu queria para mim. Eu estava deixando a vida me viver, literalmente. Fui deixando a vida me levar, até o ponto em que não deu mais. No momento em que eu tomei as rédeas e comecei a definir os planos da minha vida meu sentimento mudou.

ViraVolta: A chave para a felicidade - Frase Carol

Meu marido me perguntou: “E qual é o segredo?”. Respondi certeira: “O segredo é ter planos para as nossas vidas. Agora foi a viagem mas quando voltarmos precisamos criar outros. Projetos que deixem a gente excitado. Por que é essa excitação que deixa a gente feliz.”

No oitavo mês da viagem comecei a ler o livro do Tim Ferris que se chama “The Four Hour Work Week” e lá ele dizia:

The opposite of love is indifference, and the opposite of happiness is boredom. Excitement is the more practical synonym for happiness.

(O oposto do amor é a indiferença, e o oposto da felicidade é o tédio. Excitação é o sinônimo mais prático para felicidade.)

 

E foi assim que eu virei fã dele. Ele tinha toda razão e ler aquilo só reforçou meu sentimento.

Mas entenda bem, para você se sentir excitado com um projeto de vida ele precisa ser de curto prazo, tipo de 1 a 3 anos no máximo, para ser implementado (depois ele pode durar por muito mais tempo na execução). Esqueça essa idéia de fazer projetos para uma vida inteira. Tipo: “Porque eu vou trabalhar muito e juntar muito dinheiro pra curtir a vida quando eu me aposentar”. O quê? Desculpa, mas esse tipo de plano não funciona. Por várias razões:

Ponto 1: é um prazo muito longo e alcançar esse objetivo está tão distante que você não vai conseguir se manter excitado com ele.
Ponto 2: projetos com prazo tão longo têm grandes chances de serem esquecidos, pois ao longo do tempo nós mudamos, nossos objetivos mudam, nossos prazeres mudam, tudo pode mudar.
Ponto 3: você não vai curtir sua vida após a sua aposentadoria, pois 65 anos da sua vida já se passaram. Não da pra voltar atrás. E talvez nem tenha a energia pra fazer o que você pensa que faria hoje.

Então faça projetos para agora! Mas isso demanda muita energia, determinação e muitas vezes correr riscos. A maioria das pessoas vai preferir a infelicidade e a zona de conforto aos riscos para tentar ser feliz. A maioria das pessoas vai ficar a vida inteira sentada no sofá apenas reclamando e não vai tomar nenhuma atitude pra mudar de vida. A maioria das pessoas vai deixar a vida levá-las e não vai correr atrás para viver a vida que elas querem de verdade.

Eu to fora. Já me curei dessa letargia. Gente! Sai do sofá. Se mexe. Sei lá, faz alguma coisa. A vida é muito curta pra ter preguiça, pra ter medo, pra só ficar reclamando, pra não correr riscos, pra se arrepender no final, pra não se sentir excitado, pra não se sentir feliz!

Nós voltamos da viagem e aqui estamos nós, no Brasil, cheios de projetos. Planos que deixam a gente excitado. Ainda sem ganhar nenhum tostão, ainda vivendo com muito pouco, ainda tudo muito simples, mas cheio de excitação. Quase um ano após a volta da nossa viagem ainda acredito na minha teoria do segredo da felicidade.

E você? O que te deixa excitado? O que deixaria a sua vida excitada e cheia de energia? Já pensou nisso? Então escreve aí pra gente. Adoramos bater esse papo.

Curtiu? Então compartilha!