A MAIORIA DAS PESSOAS QUE QUEREM VIAJAR O MUNDO TEMEM ESSE MOMENTO: O DIA DE CONTAR SUA DECISÃO PARA OS PAIS. Essa não é uma preocupação boba. Pais serão sempre pais, não importa em qual momento da vida. Se temos uma relação saudável com eles, nos preocupamos com o que eles pensam sobre nossas vidas e queremos o apoio deles em nossas decisões.

Recebo essa pergunta de muitos leitores então decidi contar um pouco sobre a minha experiência e também tentar ajudar com dicas em como contar para os pais.

Já vou avisando que nem sempre essa vai ser uma tarefa fácil. Tudo vai depender do perfil dos seus pais. Meus pais me educaram para ser livre. Minha mãe sempre dizia? “eu criei vocês para o mundo e não pra mim.” E eles sempre disseram que apoiariam as escolhas que nos fizessem felizes. E mesmo assim, confesso que fiquei meio tensa no dia em que ia contar pra eles.

Minha experiência


Comigo foi assim. Marquei um jantar, sem a presença do Alexis, e sem esperar muito lancei a minha decisão: “Bom, decidi que vou largar tudo e vou ficar viajando o mundo por um ano porque sinto que não estou feliz com meu estilo de vida atual.” Choque na mesa… Meu pai de olho arregalado e minha mãe de boca aberta por 3 minutos. Um silêncio bizarro se instalou enquanto eles me encaravam. Eu não tinha idéia do que se passava pela cabeça deles, mas eles estavam claramente chocados.

Mas é claro. Imagina só… Para eles eu era uma mulher independente, bem sucedida e feliz. Aos olhos deles minha vida parecia perfeita. Então aquele meu comunicado não parecia fazer muito sentido… Parecia mais uma loucura! E percebendo o choque deles, me apressei em explicar porque não me sentia feliz com o meu estilo de vida na época e porque eu acreditava que viver aquela experiência podia ajudar a encontrar um novo caminho pra minha vida. Depois de umas duas horas de conversa, eles entenderam minhas razões e disseram que me entendiam. Depois de passados alguns dias pra digerirem tudo, eles começaram a ser os meus maiores apoiadores. E ainda são meus maiores apoiadores até hoje. Confesso que não foi tão difícil assim com meus pais.

Dicas em como administrar a situação


A hora certa de contar

Pra mim a hora certa de contar é sempre no início da sua decisão, seja em um cenário positivo ou negativo. Veja porque:

ViraVolta, Volta ao Mundo, Viagem pelo Mundo, Viagem Longo Prazo, Como contar para os pais

FICA A DICA

Não empurre esse momento com a barriga. Para a realização de qualquer sonho as ações mais difíceis são geralmente as mais importantes e as de maior impacto. Deixar isso pra frente só vai postergar seus problemas.

Como abordar o assunto

Existem alguns pontos importantes a considerar se você quer vender bem a sua idéia para os seus pais:

  • Credibilidade – fale sobre a sua decisão com credibilidade, mostrando que você está certo dela. Você é o primeiro que tem que acreditar. Se você não acredita, como eles vão acreditar.
  • Razões – deixe claro todas as suas razões para aquela decisão. Faça uma lista com todas elas. Essa notícia vai mexer com o emocional de todos e racionalizar a questão pode ajudar com que eles entendam o seu lado.
  • Oportunidades – demonstre o que essa decisão pode trazer de coisas boas para a sua vida, seja pessoal ou profissional.
  • Se prepare – os “conselhos sensatos” vão surgir de imediato e pessoas que acreditam que isso é loucura vão tentar colocar sua idéia por água abaixo e mostrar os pontos negativos. Prepare respostas para essas questões. Isso demonstra que a sua decisão não é irresponsável, e que ela foi ponderada e analisada.
  • Empatia – tenha paciência e entenda o lado dos seus pais, afinal isso vai envolver muitas emoções. Não se revolte com a reação deles e não transforme a conversa em uma briga. Você não quer criar inimigos, você quer aliados na realização do seu sonho.
  • Respeite o momento – entenda quando não é momento de aprofundar mais o tema na conversa, caso a notícia gere muito estresse. Deixe claro que você entende o sentimento deles e dê alguns dias para eles digerirem e você abordar o tema novamente.

Como administrar atritos

Se a sua notícia gerar um grande atrito, seu próximo passo vai ser tentar administrar a situação para conquistar seus pais antes de você partir. As razões para a revolta deles podem ser diferentes em cada caso, mas aqui vão algumas idéias para gerenciar a situação:

  • Reforçe – mostre sempre suas razões e oportunidades, de formas diferentes. Racionalizar a sua decisão ajuda para que eles entendam o seu lado e mostra responsabilidade.
  • Dê tempo – não bombardeie seus pais com a sua decisão e explicações sem parar. Saiba o momento certo de tocar novamente no assunto e sempre dê intervalo pra eles digerirem tudo que você falou.
  • Se eles acreditam que é loucura e irresponsabilidade – o que você precisa é quebrar essa visão clichê deles e mostrar que quem faz isso não é maluco. Para isso você pode usar os vídeos de histórias da ViraVolta. Lá, eles vão poder ver pessoas bem sucedidas, famílias, jovens, pessoas normais como eu e você, que já realizaram a experiência e como aquilo fez bem pra vida delas.
  • Se eles acreditam que é inseguro – leia o capítulo sobre segurança e se embase pra falar mais sobre isso. Riscos na vida sempre existem, seja aqui ou viajando o mundo. Eles precisam entender que o fato de você estar perto deles não garante sua segurança e que viajar o mundo não quer dizer que sua segurança esteja mais em risco.
  • Se eles acreditam que você vai acabar com sua carreira – nesse caso você precisa abrir a mente deles para entender que a nossa geração é bem diferente da deles, principalmente na questão profissional. Ser bem sucedido hoje não significa ser empregado de uma empresa, muitas empresas têm uma visão mais moderna que valoriza as experiências pessoais e as pessoas já não ficam mais uma vida toda na mesma empresa. Tem um vídeo bem legal em histórias, da família que viajou de barco, que pode ser um bom exemplo para desmitificar essa visão. A maioria das pessoas que entrevistamos voltam melhor na carreira e não pior.
  • Se eles se sentem abandonados – essa questão é a mais emocional e delicada, pois nesse caso eles têm um perfil de pais que querem que seus filhos fiquem sob a asa deles para o resto da vida. Você vai ter que ter muita sensibilidade e mostrar que estar longe não significa estar distante. Que você vai poder compartilhar suas experiências com eles, que a tecnologia de hoje ajuda as pessoas a se conectarem mesmo distantes e que eles podem até mesmo dividir isso com vc, caso você queira, encontrando você durante a viagem por alguns dias. Viver experiências é importante pra qualquer um e ficar presos em um mesmo lugar nos impede de potencializar isso.

Para pais que querem decidir o que é melhor para a vida de seus filhos, sem respeitar suas escolhas, essa tarefa pode ser mais desafiadora. Muitos pais crêem ter certeza do que é melhor para seus filhos, e pior, muitos colocam o peso de tudo que eles gostariam de ter conquistado e não conseguiram, nos filhos. Assim eles se realizam através deles. Mas pessoas são diferentes, pais e filhos são diferentes, e querem coisas diferentes. Nem sempre o que os seus pais querem pra você é o que você quer pra você. E alguns pais têm mais dificuldade de entender isso. Nesses casos, o processo vai ser mais longo, será preciso mais paciência e uma boa abordagem para abrir os olhos deles.

Se você não conseguir conquistá-los até a sua partida, os dois lados vão ter que aprender a conviver com isso, na marra mesmo. Afinal, você não quer deixar de realizar seus sonhos somente para agradar seus pais ou seja lá quem for. Pois isso provavelmente vai gerar um grande arrependimento no futuro.

A vida sempre vai ter desafios, mas superá-los é a melhor parte. Vai que dá!

Você teve algum tipo de dificuldade diferente com os seus pais? Conta pra gente e vamos incluir a abordagem no post para ajudar outras pessoas.

Crédito foto de capa: Guilherme Yagui (flickr)

Curtiu? Então compartilha!