VOCÊ ESTÁ VIVENDO HOJE A VIDA QUE VOCÊ QUERIA DE VERDADE? SE A SUA RESPOSTA É NÃO, QUAIS SÃO AS CHANCES DISSO MUDAR EM UM FUTURO PRÓXIMO? Fica ligado, pois existem grandes chances de você arrastar essa situação para o resto da sua vida e nunca mudar nada. Foi o que essa pesquisa com doentes terminais mostrou.

A enfermeira australiana Bronnie Ware trabalhou durante anos prestando cuidados paliativos a doentes terminais e nesse período ela registrou todas as histórias e confissões no seu blog. Foram tantos aprendizados com essa experiência acabou virando o livro “The Top Five Regrets of the Dying” (Os Cinco Maiores Arrependimentos à Beira da Morte), que aqui no Brasil foi traduzido como “Antes de Partir”.

O livro foi lançado em 2011, bem no primeiro ano da minha viagem pelo mundo e quando eu li uma matéria sobre ele, essa informação grudou no meu cérebro e eu nunca mais esqueci. Você vai ficar chocado com o resultado, assim como eu fiquei. E eu prometi para mim mesma na viagem que eu não morreria com esses arrependimentos. Se você também não quer fazer parte dessa estatística é hora de parar e rever os seus conceitos.

OS CINCO MAIORES ARREPENDIMENTOS À BEIRA DA MORTE

1- Eu gostaria de ter tido a coragem de VIVER UMA VIDA FIEL A MIM MESMO, e não a vida que os outros esperavam de mim

Sabe o que me choca mais nesse maior arrependimento de todos? É que as pessoas sabiam que não estavam vivendo a vida que queriam, mas nunca tiveram coragem pra mudar isso. Você vai ficar esperando até o final da sua vida para perceber isso? O melhor que você tem a fazer é ser honesto com você mesmo e começar a se mexer agora, sem querer ficar agradando todos à sua volta. Se as escolhas na sua vida são feitas para agradar seus pais, à sociedade, aos amigos, ao trabalho, ao seu parceiro… Sem levar em consideração o que você quer de verdade, você tem grandes chances de acabar sua vida com esse arrependimento. Se eu não tivesse deixado tudo para viajar o mundo e perceber como eu estava fazendo escolhas pelos motivos errados, eu provavelmente me sentiria assim no futuro.

2- Eu gostaria de NÃO TER TRABALHADO TANTO

Por conta do trabalho nós abrimos mão de tudo. Ficamos longe da família, dos amigos e dos parceiros, não vemos os filhos crescerem, não temos paciência para educar, não temos tempo pra fazer o que nos dá prazer, nos sentimos doentes e estressados e por mais que a gente trabalhe muito parece nunca ser o suficiente. As exigências sempre aumentam, o consumo nunca basta e a ganância não tem limites. Nos meus dois anos viajando pelo mundo eu nem por um segundo senti falta do meu trabalho. Eu descobri que eu tinha muita energia, mas podia gastar essa energia com centenas de outras coisas. Trabalhar é importante, mas se matar pra trabalhar é um conceito deturpado da nossa geração.

3- Eu gostaria ter tido a coragem de EXPRESSAR MEUS SENTIMENTOS

Esse é um clássico. A vergonha, a preocupação com o que a outra pessoa vai julgar e o orgulho são os maiores vilões dessa história. Mas aprender a expressar seus sentimentos deixa a vida muito mais leve. Comece aos poucos, falando. Fale hoje um sentimento que você nunca teve coragem de falar a uma pessoa próxima. Vai. Agora. Manda uma mensagem, liga. Sei lá. Comece assim. A prática é a melhor solução para reduzir os seus medos.

4- Eu gostaria de ter mantido CONTATO COM MEUS AMIGOS

Quantas vezes você já tentou marcar coisa com os amigos e eles não têm tempo? Quantas pessoas queridas já não fazem mais parte da sua vida porém você ainda gostaria de manter contato com elas? Nos fechamos tanto em nossas bolhas individualistas que acabamos relaxando até mesmo os laços com os amigos sem nem perceber. Qualquer relacionamento demanda atenção e dedicação. Dá trabalho, mas talvez você não sinta energia pra isso pois está dedicando energias demais a outras coisas, como trabalhar demais por exemplo.

5- Eu gostaria de ter me deixado SER MAIS FELIZ

As vezes eu penso que as pessoas esperam por uma mágica que vai trazer a felicidade plena pra vida delas. Se você não se deixar ser mais feliz quem mais vai fazer isso por você? A felicidade é uma escolha. E é a cada nova escolha que você faz pra sua vida e como você se relaciona com elas que você pode sentir o equilíbrio da felicidade ou não. Se você hoje se sente 60% feliz porque levar uma vida assim se você ainda poderia se sentir 100% feliz. Foi isso que eu pensei quando eu tinha 27 anos e não tinha coragem de terminar um namoro de 9 anos. Esse pensamento me ajudou a terminar e foi a melhor escolha que eu fiz. Assim como quando eu decidi largar tudo para viajar o mundo por 2 anos. Foram apenas escolhas. Escolhas sinceras com o que eu queria e que me traziam um equilíbrio para eu me sentir mais feliz. Mas elas vão aparecer constantemente em nossas vidas, pois sempre estamos em evolução.


Tem mais uma coisa na minha lista que eu não quero me arrepender:

6- Eu gostaria de ter AJUDADO MAIS ÀS PESSOAS quando tive a oportunidade

Bom, eu já estou tentando fazer isso com a ViraVolta. Tentando inspirar pessoas e abrir seus olhos para que elas vivam a vida que querem de verdade, fazendo escolhas sinceras. Mas nos meus planos eu ainda quero fazer mais.

Você só tem uma vida! Uma vida para se sentir feliz, se sentir excitado e que faça sentido pra você. Uma vida pra quando você chegar lá no final, olhar pra trás e não se arrepender.

FICA A DICA

Em uma das entrevistas dada por Bronnie, ela chama a atenção para o fato de que as pessoas se arrependem do que não fizeram. Na maioria dos casos observados por ela, as pessoas não pareciam se arrepender de algo que tinham feito. Então pense bem na frase da foto ao final.

GOSTARIA DE COMPRAR O E-BOOK SOBRE OS 5 ARREPENDIMENTOS DA ENFERMEIRA BRONNIE WARE?
 
Se você usar este link para comprar estará ajudando o projeto ViraVolta a se manter vivo sem gastar nada a mais por isso.

ViraVolta, Volta ao Mundo, Viagem pelo Mundo, Viagem Longo Prazo, Mochileiros, 5 maiores arrependimentos

O Hospital Albert Einstein fez um vídeo interessante sobre os 5 arrependimentos:

Crédito foto de capa: Ronn aka “Blue” Aldaman
Fonte: Exame

Curtiu? Então compartilha!