É SIM POSSÍVEL TRABALHAR DURANTE A VIAGEM PARA TENTAR COBRIR OS SEUS GASTOS OU PARA PELO MENOS REDUZIR OS SEUS CUSTOS. Se você não tem todo o dinheiro para realizar o sonho de conhecer muito e está aberto a experimentar diferentes oportunidades pelo caminho essa com certeza é uma boa opção pra você.

Durante nossos 2 anos pelo mundo encontramos muitos viajantes fazendo isso. Conhecemos um francês que saiu da França com 400 euros e uma passagem de ida e já fazia 4 anos que ele viajava pelo mundo, pois sempre encontrava oportunidades de trabalho pelo caminho. Não existem limites. O limite está somente na sua cabeça e depende da sua disposição.

Conheça abaixo 3 formas diferentes de trabalhar durante a viagem:

FORMA #1 TRABALHOS POR TROCA DE HOSPEDAGEM E ALIMENTAÇÃO
FORMA #2 TRABALHOS REMUNERADOS AO LONGO DA VIAGEM
FORMA #3 TRABALHOS COMO NÔMADE DIGITAL (ONLINE DE QUALQUER LUGAR DO MUNDO)

Essas opções não vão te gerar uma renda, mas são uma oportunidade perfeita para economizar, conhecer pessoas, interagir com locais e trazer momentos únicos para a sua aventura. Você oferece algumas horas de trabalho do seu dia e em troca recebe hospedagem e alimentação. Perfeito pra quem pretende viajar barato.

Viaje o mundo trabalhando em troca de hospedagem e alimentação

Antes de se oferecer para uma oportunidade fique atento para os seguintes pontos:

  • Quantas horas de trabalho são exigidas por dia
  • Quantos dias na semana você deverá trabalhar
  • Quais atividades você deverá realizar
  • Qual o período mínimo exigido para o trabalho voluntário (1 semana, 1 mês…)
  • Se existem taxas envolvidas da sua parte (alguns casos raros podem cobrar pequenas taxas

Vale ressaltar:

  • Todas as plataformas exigem uma taxa anual ou a cada oportunidade para você conseguir a oferta. Mas as taxas não são abusivas e com tudo o que você vai economizar com hospedagem e alimentação certamente vai valer a pena.
  • Geralmente a hospedagem oferecida é em quarto compartilhado, com exceção do House Sitting, e não espere muito luxo, claro. Mas para um viajante aventureiro isso não é tão relevante e o que vale mais é a experiência.
  • Lembre-se que viajar dessa forma é diferente e exige que a viagem seja menos acelerada, para que você tenha tempo de fazer o trabalho e ainda conhecer outras regiões do país, caso seja seu interesse.

Pra você que nunca fez e fica um pouco receoso, veja esse vídeo que mostra um pouco sobre essa incrível experiência.

Quais as principais diferenças entre o House Sitting e as outras plataformas colaborativas?

  • Oferece menos interação com o local: como você estará ficando na casa dos locais enquanto eles viajam a interação naturalmente acaba sendo menor do que em um trabalho em troca de hospedagem onde você está lidando diariamente com as pessoas que trabalham com você.
  • Mais conforto: você estará hospedado em uma casa toda mobiliada, que muitas vezes são super confortáveis, com toda a privacidade possível. O que geralmente não acontece nas outras opções de trabalho em troca de hospedagem, onde quartos compartilhados podem ser mais frequentes.
  • Horas trabalhadas: diferentemente das outras opções onde é exigido um número de horas mínimo a ser trabalhado no House Sitting não funciona assim. Na verdade você tem as suas tarefas diárias para fazer e uma vez que você realizou tudo fica livre pra fazer o que quiser.
  • Alimentação: nas outras modalidades é comum os lugares incluírem a alimentação também como benefícia, já no House Sitting isso pode variar mais. As vezes o dono da casa vai deixar você consumir o que tem na dispensa e na geladeira, outras vezes pode pedir que você compre a parte. Mas comprando no mercado e cozinhando em casa fica mais barato.

Pra que é nômade digital a opção do House Sitting é bem mais prática, confortável e permite conciliar melhor com as rotinas de trabalho.

Muitos lugares que oferecem esse esquema de trabalho em troca de hospedagem e alimentação são inspiradores. Conheça alguns lugares incríveis para você se voluntariar.

Conseguir um trabalho temporário remunerado também é possível. Apenas abra a sua mente para diversos tipos de trabalho, pergunte para as pessoas sobre oportunidades, peça dicas a outros viajantes, pesquise oportunidades pela internet e não tenha preconceitos. Afinal toda atividade tem seu valor.

Para algumas dessas oportunidades será necessário ter visto de trabalho. Se esse for o caso aplique ao visto correto. Pode parecer complicado, mas algumas podem gerar um caixa rápido para você continuar sua viagem pelo mundo. Outras também podem ajudar você a se deslocar pelo mundo, como é o caso do trabalho em cruzeiros e yachts.

É claro que para se oferecer a esses trabalhos você precisa no mínimo falar bem inglês. E para alguns quanto mais línguas você falar maiores são as suas chances. Algumas oportunidades não exigem muitas qualificações, basta vontade para aprender rápido, já outras demandam certo conhecimento técnico.

O que você poderia fazer?

Está precisando de idéias para se inspirar? Conheça o cara que viaja o mundo fazendo todos os tipos de trabalho possíveis, até mesmo os mais bizarros. Ele não perde nenhuma oportunidade que passa pela sua frente. No seu blog Around the World in 80 Jobs ele fala sobre suas experiências e passa dicas.

Ainda existem aquelas profissões e tipos de trabalho que não importa a sua localização. Você poderia trabalhar de onde quiser, com horários flexíveis e administrando a sua própria vida. Basta ter acesso à internet. Talvez você até já trabalhe com algumas dessas coisas mas ainda não conseguiu visualizar a liberdade que poderia ter com elas. Você poderia ser um nômade digital, viajando e trabalhando de qualquer lugar do mundo.

Abra a sua mente, pesquise mais e você vai ficar impressionado em quantas pessoas no mundo vivem um estilo de vida em que elas viajam e trabalham ao mesmo tempo. Tudo tem suas vantagens e desvantagens. Mas você poderia passar pelo menos 1 ano da sua vida experimentando esse estilo de vida.

Veja abaixo alguns exemplos:

  • Blogueiro
  • Web designer, programador
  • Produtor de conteúdo (produzindo textos e vídeos)
  • Tradutor e revisor de textos
  • Escritor freelancer (para guias de viagem, revistas, jornais, sites…)
  • Marketing de afiliados (um mercado que está crescendo fortemente)
  • Fotógrafo (vendendo fotos online e em galerias)
  • Gestor de redes sociais para empresas ou pequenos negócios
  • Suporte técnico online
  • Criador de cursos online e e-books de algum assunto que você domina
  • Professor online, fazendo aulas via skype

Onde buscar por oportunidades pela internet?

Upwork – site gringo especializado em trabalho freelancer, onde você pode se inscrever e disponibilizar sua mão de obra para trabalhos como escritor, tradutor, programador, desenvolvedor, designer, consultor, etc. Você é contratado online, por empresas ou pessoas de qualquer lugar do mundo e você administra suas horas de trabalho.
Freelancer.com, 99 Freelas, Workana, Prolancer e NearJob – outros sites brasileiros com ofertas de trabalho para freelancers.
Indeed – site de anúncio de oportunidades, pode ser uma boa fonte para quem busca trabalhos de tradução e revisão que podem ser feitos de qualquer lugar, mas é possível pesquisar sobre qualquer tipo de trabalho.

Existe sempre uma opção

Se você queria muito viver essa experiência de viajar o mundo mas diz que não tem o dinheiro, seus problemas acabaram! Acabamos de te mostrar algumas soluções. Pare de criar desculpas. Não existem limites para realização de sonhos. O que nos limita é a nossa própria mente. Mexa sua bunda já e saia do sofá.

Existe alguma dúvida que ainda não conseguimos responder? Então deixe um comentário lá embaixo da página e contribua para melhorarmos o conteúdo. Vamos esclarecer tudo. A sua dúvida pode ser a dúvida de outros viajantes. Colabore!

ÚLTIMOS POSTS

Um guia completo para viajar barato pelo mundo.

Curtiu? Então compartilha!

O que você acha? Escreve aí pra gente!